RSS

A fome do Chifre da África e o meu bairro Kreuzberg!

30 jul

A fome do Chifre da África e o meu bairro Kreuzberg!

“A crise de fome no Chifre da África vai ser longa, previu nesta quinta-feira a subsecretária geral para a Coordenação de Assuntos Humanitários da ONU, Valerie Amos.”

Sinto-me profundamente envergonhado, como ser humano, com essa situacao extrema de milhoes de pessoas no Chifre da África passando e morrendo de fome e sede. Que isso? Ontem andando aqui nas ruas do meu bairro Kreuzberg, bairro de migrantes internacionais, vi o volume de turistas de várias partes do mundo consumindo desarvoradamente alimentos de todos os tipos nos centenas e centenas de restaurantes com comidas do mundo todo, quiosques, padarias, quitandas, bares, cafés, etc. Sabemos também que toneladas de alimentos que sobram desses estabelecimentos sao jogados fora a cada dia, pois tem uma regra aqui que a cada dia devem ser vendidos “alimentos do dia”. Aí, eu pensei assim: em um mes, essas toneladas de alimentos, só aqui no meu bairro Kreuzberg, daria para matar a fome de pelo menos 1/3 da populacao africana do Chifre da África. E em toda a Berlin, com os milhares e milhares de restaurantes de comidas de todas as partes do mundo, abasteceriam quase esses milhoes de famintos que estao sucumbimdo nessa regiao da África. Estou falando só de Berlin, nao da Alemanha toda! Total absurdo isso tudo!

Chifre da África, também conhecido como Nordeste Africano e algumas vezes como península Somali, é uma designação da região nordeste do Continente Africano, que inclui a Somália, aEtiópia, o Djibouti e a Eritreia. Tem uma área de aproximadamente 2 milhões de km² e uma população de cerca de 90,2 milhões de pessoas (Etiópia: 75 mi, Somália: 10 mi, Eritreia: 4,5 mi, e Djibouti: 0,7 mi). – http://pt.wikipedia.org/wiki/Corno_de_%C3%81frica

Foto: africafome

Ras Adauto/PPABerlin/NAI

 
4 Comentários

Publicado por em julho 30, 2011 em Uncategorized

 

4 Respostas para “A fome do Chifre da África e o meu bairro Kreuzberg!

  1. zita gallerani

    julho 30, 2011 at 4:15 pm

    Aqui no brasil também encontramos vilarejos nestas condições. Faço minha parte ajudando aos que estão no meu país e oro para que o mundo elimine esta maldição da fome.

     
  2. Enilda Miceli da Silva

    julho 31, 2011 at 11:31 am

    Eu trabalho em um restaurante a noite e sou responsavel por jogar tudo fora, aqui na Italia é proibido dar até aos funcionarios sobras do dia. Kilos de comida boa, que poderiam ser congeladas, e doadas todos os dias para milhares de pessoas, frutas descascadas, arroz, feijao, carne em quantidade e tudo o que pode ser congelado. Nao estou falando de sobras dos pratos dos clientes estou falando do que sobra do Buffet, das panelas, que nao é tocado. quantidade de paes que nao se usa no outro dia. Me sinto culpada, pois sei que uma embalagem que vai ao Buffet com mais de 1 kg de arroz por exemplo alimentaria no minimo 10 pessoas. Se fosse feita uma campanha somente nos restaurantes do mundo, seria muita comida boa doada. Eu nao entendo essa lei de nao poder doar sobras.Bastaria uma organizaçao que fosse responsavel em recolher estes alimentos diariamente que poderiam ser colocados em embalagens para congelamenteo e colocados em freezer e recolhidos ja congelados, mas creio que criaria mais trabalho em uma cozinha e isso nao é interessante nem mesmo para os proprietarios. Teria que ter uma rede de entrega diaria por isso as pessoas nao aceitariam.Tantos navios e avioes que circulam todos os dias por todos os cantos do mundo. As vezes penso que o pensamento geral è que todos estes pobres sao um incomodo e è melhor que sejam exterminados.

     
  3. danielsilva1986

    agosto 12, 2011 at 12:59 am

    Posso ser o primeiro a comentar sobre esse assunto. Moro no Brasil não sei nem 1/3 do que se passa ai no seu País, mas proponho uma solução para a fome na África, uma doação permanente de dinheiro ou alimentos vindo de outros Países, boicote nas fazendas que vendem comida para o exterior e deixam os que estão no país morrendo de fome, perdão das dívidas externas, salário – incentivo para criar micro empresas, perfuração de poços para trazer agua para a população, em fim não basta ficar de braços cruzados esperando que os extrangeiros que deixam sobrar comida tirar esse mal hábito, e falar que isso dará para matar 1/3 da fome do seu bairro, se eles comerem menos não vai mudar em nada a situação do seu bairro ou cidade, porque eles comendo menos a única coisa que vai acontecer é eles economizarem mais o dinheiro deles e mais nada ocorrerá, seu bairro continuará com fome e sede.
    O Haiti e recuperou assim com campanhas de doações de alimentos, isso serve de exemplo que é possível tirar um país da miséria, é a solução para levantar a economia do seu país.
    Espero que não entenda isso como um desrespeito, muito pelo contrário estou aqui do outro lado do mundo torcendo para tudo dar certo ai no seu bairro, é muito fácil criticar outros países pelo desperdício, mas, o que leva a isso, é a fartura de alimentos, a má distribuição das riquezas entre os povos, esse sistema capitalista infernal que faz muita gente ter bilhões de dólares, e outros bebem e tomam banho com o xixi(pipi,urina) da vaca como vi em algumas fotos da África pela internet.
    A verdade é essa eu me sinto mal vendo isso e os governantes do meu país cruéis não tomam nenhuma providência sobre esse assunto, li em algumas reportagens que em 2020 a situação por ai vai se agravar e muito e aqui no País fico envergonhado porque estão gastando milhões com essa bobagem de Copa do Mundo, agora pergunto o que isso irá melhorar por exemplo no seu bairro ?, eu mesmo repondo NADA, se quiser falar comigo escreva um e-mail.
    Obrigado pela oportunidade que você abre no seu Blog.

     
  4. humberto berteli

    março 15, 2012 at 4:37 am

    moro no brasil aqui também existem vilarejos, mais não estão na mesmas condições, nem de perto.
    minha opinião é existem algumas barreiras a serem quebradas.

    1 RACISMO
    2 humanidade
    3 preconceito.
    4 Orgãos responsaveis honestos, incansavéis dispostos realmente em salvar África não só em alimento mais em amor, porque se ferir eles tambem sangram.

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: