RSS

Conflitos no Complexo do Alemao!

07 set

Quando eu falei aqui que favela no Rio de Janeiro é uma Haiti disfarcada, um camaradinha disse que eu estava exagerando. Os exemplos dos conflitos no Complexo do Alemao desde o ultimo domingo, envolvendo o Exército Brasileiro é um exemplo claro de que eu nao estou blefando. Sao as tais forcas de Pacificacao tanto lá no Haiti quanto nas comunidades favelas do Rio de Janeiro.

Bombas de efeito moral, balas de borracha e spray de pimenta foram lançados pelos soldados do Exército contra a população, que por sua vez, arremessava paus e pedras. Os militares,  da 9a. Regiao Militar,  estão na área desde novembro do ano passado quando forças de segurança retomaram a comunidade, que era controlada por supostos traficantes.

Segundo a Folha de Sao Paulo, pelo  menos cinco moradores foram atingidos por balas de borracha. Uma adolescente de 17 anos foi ferida na boca. A adolescente está em observacao e avaliacao para uma cirurgia de reparação dos lábios.

Um outro jovem foi atingido por três balas de borracha.

Foto de um morador do Alemão mostra o jovem atingido por balas de borracha durante confronto com soldados do Exército

Toque de Recolher – Segundo se sabe, o conflito aconteceu logo após moradores do local se sentirem humilhados por soldados,  que queriam acabar com uma recreacao de domingo em frente a um bar da comunidade.

Na segunda-feira, 5, mais de 200 moradores do Conjunto de Favelas do Alemão realizaram  uma manifestação contra a violência na comunidade.

A globalizacao da “seguranca interna”, no caso do Rio é a tal de UPP.

Na noite desta terça-feira,  uma outra adolescente de 15 anos morreu ao ser atingida por uma bala perdida na cabeça durante intensa troca de tiros , na Favela Grota do Alemão, no Complexo do Alemão, zona norte do Rio.

Até agora ninguém sabe quem atirou na menina.

A UPP de Sérgio Cabral está indo por água abaixo assim.  O que pode restar é mais pressao, repressao  e guerra para as Comunidades do Complexo do Alemao. Como sempre!

O Bicho está feio, no Haiti e no Rio de Janeiro!.

(Ah! E a Copa do Mundo é daqui a pouco. E ainda nao entraram em cena os Blindados Maverick

Aguardem os próximos capítulos do nosso tenebroso  filme de guerra intestina: “A seguranca interna é global!”.)

Soldados brasileiros, das Forcas Pacificadoras da ONU,  atuando em um local no Haiti!

“Na noite de 24 de maio de 2010, sob o pretexto de que uma pedra havia sido lançada contra um dos veículos da MINUSTAH, soldados brasileiros invadiram as instalações da Universidade Estatal do Haiti. Utilizando cassetetes e bombas de gás lacrimogêneo, a tropa brasileira sequestrou livros, cadernos e laptops de vários estudantes, além de prender o universitário Mathieu Frantz Junior. As bombas de gás lacrimogêneo utilizadas pela MINUSTAH atingiram inclusive as vítimas do terremoto que viviam em acampamentos improvisados nas proximidades da Universidade. O próprio Representante Especial da Secretaria Geral da MINUSTAH, Edmond Mulet, classificou a ação dos soldados brasileiros como “hostil” e se desculpou publicamente em pronunciamento oficial.” –  foto e trecho: Luta Popular

Sunday Bloody Sunday (Pilllar) – Missão de paz no Haiti

===========================================================

Leia também:

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/971057-apos-protesto-alemao-tem-novo-conflito-de-moradores-e-militares.shtml

http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/conflito-entre-exercito-e-morro-do-alemao

 
Deixe um comentário

Publicado por em setembro 7, 2011 em Uncategorized

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: