RSS

Ministra da Defesa boliviana pede demissão, após ação policial violenta contra protesto indígena

27 set

A ministra da Defesa da Bolívia  Cecília Chacón renunciou ao cargo nessa segunda-feira, após um fim de semana de tensoes e violencia entre grupos indígenas e o governo do presidente Evo Marales.

A Ministra, por um comunicado, declarou que renunciou ao cargo pois nao concordava com a intervencao do governo nas manifestacoes indígenas no domingo.

Cerca de 500 policiais, usando bombas de gás lacrimogeneo e outros artifícios de repressao, entraram em choque com os manifestantes. Chacón, que estava no cargo há 5 meses, nao gostou da ação policial violenta contra os indígenas.

Os setores indígenas são contra uma estrada construída com recursos brasileiros e que poderia passar por uma reserva florestal.  A manifestacao era contra a construção do segundo trecho da estrada entre Villa Tunari, no Departamento de Cochabamba (centro) e San Ignácio de Moxos, no Departamento de Beni, próximo à fronteira com o Brasil.

Os indígenas afirmam que o presidente Evo Morales não querem ouvi-los. As autoridades do governo dizem que são os indígenas que se recusam ao diálogo.

Evo Morales nega que haja mortos ou desaparecidos  na repressao à marcha indígenas. Porém fontes ligadas aos setores inígenas alegam que há pelo menos um menino morto e cerca de 40 indígenas desaparecidos.  A tensao está no ar e parece que nao vai terminar muito cedo.

Segundo a BBCBrasil.com, o governo brasileiro em nota através do Itamaraty  afirma “ter recebido com preocupação a notícia sobre os distúrbios e disse ter confiança no governo e em diferentes setores do país para buscarem diálogo e favorecer a negociação sobre o traçado da rodovia. O governo também se disse disposto a cooperar com a Bolívia no contexto da obra, afirmando que se trata de projeto de grande importância para a integração nacional da Bolívia e que atende aos parâmetros relativos a impacto social e ambiental previstos na legislação boliviana.”

Mas se os setores indígenas estao reclamando já há muito tempo contra essa obra, alguma coisa de real ameaca aos seus territórios está acontecendo. Nao podemos esquecer outro projeto de impacto que está gerando conflitos e tensoes no Brasil: a construcao da Usina Hidroelétrica de Belo Monte, que está levando preocupacoes sérias de setores indígenas da regiao do Xingú. Movimentos Indígenas de todo o País e ambientalistas no mundo todo.

(Hoje de manha veio a notícia: ” Após intensos protestos de indígenas, o presidente da Bolívia, Evo Morales, anunciou a suspensão da construção de uma estrada que liga o país ao Oceano Pacífico, que é construída com recursos brasileiros e passa por uma reserva florestal.”  – cdb).

Leia a matéria completa em: Correio do Brasil(por BBCBrasil.com)

 
Deixe um comentário

Publicado por em setembro 27, 2011 em Uncategorized

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: