RSS

Indignação nas redes sociais transforma silêncio da mídia em mobilização pelo Pinheirinho

23 jan

O local onde se encontra hoje o Pinheirinho era uma grande fazenda de uma famila alemã , a Familia Kubitzky. Seus donos se chamavam Hermann, Artur, Erma e Frida !

Porém esta família de imigrantes alemães, foi brutalmente assassinada em meados do ano de 1969. A área ficou sem herdeiros, pois seus donos eram bem idosos e solteiros e sem filhos ! ( existem matérias nos arquivos do jornal Folha de São Paulo da época falando do caso )

A partir dai podemos constatar que em 1981 surgiu um “dono” para essas terras e ele se chama Naji Nahas….

Pinheirinho, em São José dos Campos, foi ocupado pelas famílias há 8 anos.

Por Mariana Gomes

Mais uma vez o silêncio cínico da imprensa comercial fez aparecer a força das pessoas nas redes sociais no Brasil.

Na manhã deste domingo, após a invasão da comunidade do Pinheirinho, em São José dos Campos, região do Vale do Paraíba de São Paulo, a indignação das pessoas foi praticamente instantânea. Na mesma hora, fotos e montagens começaram a ser postadas no Facebook e as notícias passaram a ser narradas em tempo real pelo Twitter.

A truculência da Polícia Militar paulista chocou a população de todo o Brasil que, assustada com a omissão por parte da imprensa comercial, começou a fazer seu próprio protesto. Outro fato importante a ser destacado é o protagonismo da imprensa alternativa durante toda a cobertura desse caso, não só durante a invasão de hoje.

Este domingo deixou muitas pessoas perplexas, já que a grande maioria da população brasileira sequer sabia do que se tratava a hashtag #Pinheirinho, no Twitter – que chegou a ficar durante algumas horas entre os assuntos mais falados no Brasil. A rede social, como já é procedimento padrão, retirou a hashtag #Pinheirinho dos Trending Topics, que estava em primeiro lugar na pauta brasileira. Após a reclamação de centenas de usuários, a empresa responsável retornou com a hashtag aos Trending Topics.

A rede de televisão local, afiliada da rede Globo, TV Vanguarda, se limitou a noticiar fatos muito pontuais ao longo de toda a semana. Nenhum morador ou líder comunitário foi entrevistado. A população do Vale do Paraíba paulista mal sabia o que se passava em São José dos Campos.

Leia matéria completa em: Vírus Planetário

INVASÃO NO PINHEIRINHO. 22 DE JANEIRO DE 2012. SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

Video dos Anonymos sobre Pinheirinho:

Olá Cidadão do Mundo! 
O conceito de justiça há muito vem sendo deturpado para ser moldado de acordo com os interesses de poucos e, por esses poucos, as notícias são distorcidas para atender um grupo restrito com intenções particulares de modo que estejam sempre a tirar proveito em qualquer situação, mesmo que isso custe a vida de outras pessoas. Por isso estamos aqui: para contar a você a situação das milhares de pessoas que se encontram em Pinheirinho, porque o que está acontecendo lá foi suprimido pela mídia.
De um lado 1600 familias, 9600 pessoas, tentando fazer cumprir a função social da propriedade, prevista na Constituição Federal desde 1988 e no Estatuto das Cidades desde 2001. Do outro lado Naji Nahas e sua empresa falida, que deve milhões em impostos para os cofres públicos e utiliza a área ocupada pelas famílias para a especulação imobiliária.

Após a juíza do TRF ir contra a decisão da Justiça Estadual e suspender a reintegração de posse do Pinheirinho devido as dívidas que a empresa Selecta tem com o governo federal, a Policia Militar e suas Tropas de Choque, ao mando do PSDB, invadiram a comunidade forçando os moradores a se deslocarem para tendas instaladas em São José dos Campos, e reprimindo com violência todas as pessoas que se opuseram.

Na operação participaram cerca de 2 mil policiais militares, utilizando blindados, helicópteros, cavalaria, armamentos letais, balas de borracha, gás lacrimogênio e sprays de pimenta.

Bombeiros e imprensa foram quase totalmente impedidos de entrar no local, com exceção da Rede Globo. Apesar de ser uma das maiores emissoras de televisão do planeta, ela mesma, com todo o seu aparato tecnológico, se resumiu a mostrar trechos cortados de filmagem.

Pessoas feridas, não importando quais fossem, continuaram no local, sendo retirados por poucos policiais que não estavam atacando diretamente. E é aí que está a grande ironia. Aonde estão os atores ativistas e engajados? Aonde está a comoção generalizada?

Chamam isso de Democracia? Então o que seria uma ditadura? Queremos acabar com isso. Portanto, tudo que pedimos a você cidadão, é que tome consciência do que o governo vem fazendo com o estado e conosco, cidadãos. Você está Satisfeito com o que os Governantes vêm Fazendo ? Então não há razões para deixar tudo como está. Há a opção de tentativa de mudança para melhor e, independentemente do que defende, nunca permita que decidam por você.

Conheça mais um pouco dessa operação abafada em parte pelas mídias.

Somos Anonymous
Somos uma Legião 
Não perdoamos
Não esquecemos
Esperem por nós!

===========================================

De Guilherme Boulos, dirigente do MTST:

Caros companheiros,

Neste momento estamos realizando um ato no palácio do governo de SP em denúncia ao massacre do Pinheirinho. Pela manhã travamos a rodovia Anhanguera, na região de Campinas. Além destas ações, o MTST realizará ainda hoje ações em Brasília e Belo Horizonte.

Várias outras ações estão ocorrendo pelo país, com o envolvimento de todas as organizações de esquerda. É muito importante que os companheiros se envolvam.
É preciso fortalecer a denúncia dos 3 assassinados no dia de ontem, com total bloqueio da imprensa. Os corpos não foram levados para o IML de São José e estão desaparecidos. Um deles é uma criança de 4 anos de idade, que chegou morta ontem as 18 hs ao PS Vila Industrial, após levar 1 tiro de borracha no pescoço. Temos várias testemunhas, mas os hospitais – por ordem expressa da prefeitura e da PM – não confirmam as informações, temendo ampliar a indignação e a resistência.
É fundamental utilizarmos nossos canais para denunciar estes fatos.

Saudações,
Guilherme Boulos

=============================================

A Central Sindical e Popular (Conlutas), escreveu à OAB nacional para denunciar o barril de pólvora em que está instalado o assentamento.

Leia, na íntegra, o documento:

“O Município de São José dos Campos, embora detenha um dos maiores orçamentos per capita do país, arrecadando cerca de R$ 1,7 bilhão por ano, amarga um déficit habitacional de cerca de 30 mil moradias. A média de casas populares construídas na última década foi de 300 unidades por ano. Metade dessas habitações é destinada à remoção de famílias de uma região a outra, numa política deliberada de segregação da pobreza.

Diante desse quadro social, em 2004, centenas de trabalhadores sem-teto ocuparam uma área na Zona Sul da cidade conhecida como Pinheirinho. Logo após essa ocupação por moradia, uma empresa falida, a Selecta S/A, criada pelo megaespeculador financeiro Naji Nahas, reivindicou a posse do terreno.

Inicialmente, o juiz da 18.ª Vara de Falência de São Paulo-SP concedeu uma liminar de reintegração de posse. Os advogados do movimento alegaram que o juízo de falência da capital não tinha competência para discutir a posse da área e o Tribunal de Justiça cassou essa liminar.

A massa falida pediu nova liminar e o juiz da 6.ª Vara Cível de São José dos Campos negou a reintegração. A massa falida recorreu ao Tribunal de Justiça (TJSP), que então concedeu a liminar. Na defesa dos sem-teto contra esse recurso foi apontada uma irregularidade processual (a massa falida não havia comunicado o juiz de São José dos Campos sobre o recurso ao Tribunal).

Após a suspensão da liminar pelo próprio TJSP, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) anulou todo o recurso, reconhecendo a irregularidade por conta da falta de comunicação ao juiz em S. José.

Agora em 2011, quando da comunicação dessa decisão do STJ à 6.ª Vara Cível de São José dos Campos, a juíza Márcia Loureiro, hoje titular desse juízo, analisando um pedido da massa falida para que o processo tivesse prosseguimento com a definição de uma data de audiência entre as partes, resolveu ressuscitar a liminar da Vara de Falência!

No momento em que foi apontada a gravíssima irregularidade no processo, com um retorno a uma decisão já cassada há muito tempo, a juíza alegou que não era mais a velha decisão ressuscitada, era uma nova decisão!

A juíza ignorou que a liminar já havia sido indeferida; que o processo seguia seu curso normal, com testemunhas intimadas para comparecer à audiência, que só dependia da definição de data (como pedido pela própria massa falida); que, na prática, a “nova decisão” somente “requentava” a velha decisão da Vara de Falência.

A área do Pinheirinho, hoje ocupada por cerca de 9.600 pessoas, em população composta em grande número por mulheres e crianças, é toda edificada, sendo que a Secretaria Estadual de Habitação e a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo já iniciaram estudos para regularização do bairro e para a implantação da infraestrutura.

Na falência da Selecta só resta um último credor: o Município de São José dos Campos, que tem cerca de 10 milhões de reais de IPTU a receber. Esse tributo nunca foi pago pela falida, desde a data de sua instituição.

Na execução fiscal movida pela Prefeitura de São José dos Campos ensaiou-se um “acordo” entre a Selecta e o Município. Somente os honorários advocatícios eram pagos, sendo que essa verba era embolsada pelos procuradores municipais em proveito próprio.

Um protesto de moradores ontem na Prefeitura Municipal exigindo o cadastramento do bairro no programa “Cidade Legal” recebeu a resposta evasiva da Administração Municipal de que não poderia inscrever uma área “particular”, mas que não se opunha às iniciativas do Governo Estadual. O fato é que a área só continua sendo particular pela omissão da Prefeitura na cobrança dos créditos de IPTU. O recurso encaminhado ao TJSP contra essa absurda decisão da juíza caiu com o mesmo desembargador sorteado em 2005.

Até o momento, ele não suspendeu a liminar, o que estimulou a juíza a prosseguir com as iniciativas, marcando como data de desocupação o dia 31 de dezembro de 2011.

Um aspecto emblemático se repete nessa data.

Em 2005, o Tribunal chegou a recomendar “cautela” na operação de desocupação violenta, pois a Revista Caras havia noticiado uma festança promovida por Naji Nahas, regada a champanhe e caviar (esses “detalhes” constam da decisão).

A história parece querer se repetir. Enquanto o megaespeculador estiver comemorando seu réveillon, os sem-teto serão vítimas de um massacre.

A juíza responsável pelo feito tem se manifestado com frequência pelos órgãos de comunicação, chegando mesmo a sugerir valores ao terreno. Essa postura, agravada por um tom de intransigência em face dos esforços no sentido de regularização da área revelam a necessidade de apoio institucional para atingir-se um resultado que atenda aos ditames da justiça.

A Secretaria Geral da Presidência da República e o Ministério das Cidades, no âmbito federal, e a Secretaria Estadual de Habitação e a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo – CDHU já demonstraram disposição para promover a regularização fundiária do bairro, sendo que a Prefeitura Municipal de São José dos Campos já promoveu, inclusive, o cadastramento das famílias. Está ocorrendo reunião entre as três esferas de governo na data de hoje, visando encontrar soluções.

A desocupação violenta, entretanto, já tem procedimentos iniciados, com o desvio de ônibus da Zona Sul do município, local em se insere o Pinheirinho.

Uma tragédia está anunciada e os meios para evitá-la estão nas mãos estatais. Essa área não cumpria nenhuma função social, servindo à especulação imobiliária e sonegando impostos aos cofres públicos.

Diante dessa situação crítica, solicita-se declaração pública de Vossa Excelência, no sentido de exigir dos poderes constituídos uma solução humanitária às famílias, que não implique uma desocupação violenta para buscar u caminho racional que viabilize a regularização da área na forma já sinalizada, permitindo-se o apoio técnico aos magistrados envolvidos com o problema social, tudo para garantir a prevalência da vida e da dignidade humana sobre os interesses patrimoniais.

Requer-se, ainda, o agendamento de audiência com o Procurador-Geral da República para que se represente ao Superior Tribunal de Justiça visando o deslocamento de competência à Justiça Federal, perante a ameaça aos direitos humanos que a situação indica.

Certos de poder contar com as iniciativas de Vossa Excelência, subscrevemo-nos, atenciosamente.

José Maria de Almeida
Membro da Executiva Nacional da Central Sindical e Popular – CONLUTAS

e

Aristeu César Pinto Neto
Presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB de São José dos Campos-SP”

 

4 Respostas para “Indignação nas redes sociais transforma silêncio da mídia em mobilização pelo Pinheirinho

  1. mamapress

    janeiro 23, 2012 at 6:53 pm

    Reblogged this on Mamapress and commented:
    O Campo dos Alemães é um bairro localizado na zona sul da cidade de São José dos Campos, estado de São Paulo. O maior bairro da cidade, foi fundado a partir de uma fazenda antigamente denominada Chacara Régio, que pertencia a Familia Kubitzky. Seus donos se chamavam Hermann, Artur, Erma e Frida. Nesta fazenda se produziam hortifrutigranjeiros e ovos que eram vendidos nas quitandas da região.

    Porém esta família de imigrantes alemães, foi brutalmente assassinada em meados do ano de 1969. A área, sem herdeiros, pois seus donos eram bem idosos e solteiros (Arthur por exemplo na época de sua morte tinha 77 anos).

    Embora tenha se destacado nos anos 1990 como um bairro violento e extremamente carente, atualmente o Campo dos Alemães tem uma estrutura completa, incluindo escolas de ensino fundamental e médio, hospital de pronto atendimento (UPA), vasta rede de comércio e linhas de ônibus que ligam-no a toda cidade.

    No início dos anos 2000 o Campo dos Alemães passou por uma importante mudança estrutural na qual destaca-se a pavimentação asfáltica.

    Ainda no início dos anos 2000 o açude (conhecido popularmente como “lagoa”) localizado próximos aos limites do bairro com o Jardim União foi drenado para dar lugar à construção de um centro poliesportivo. O Campo dos Alemães ficou famoso, também, por apresentar a maior proporção de evangélicos verificado no Vale do Paraíba. Segundo o jornal Vale Paraibano a população é composta por 1 evangélico a cada 2 habitantes.Informação da Wikipédia

     
  2. verusca

    janeiro 23, 2012 at 8:39 pm

    queria saber mais sobre essa familia de alemães e o que foi investigado sobre sua morte.

     
  3. sergio dias

    janeiro 23, 2012 at 10:45 pm

    EMAGREÇA MESMO: “Dieta Geraldo Alckmin”
    Aprovado e Testado pelo famoso I-FC-Intituto Fernando Henrique Cardoso, o “Pai da Fome”
    EMAGREÇA DANDO AULAS NA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DO GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO
    Quer emagrecer e não sabe como? Agora chegou a sua vez e a sua hora. Faça essa dieta e emagreça mesmo, emagreça rapidinho; receita aprovada pela Teoria do “Cientisthus Incompetenthus Doutoris Pinóquio de Chuchu ET PedaBobos Morrendhus de Phome…”, aprovado pelo PSDB do DEMO.

    Vamos a ela:
    -01)-Primeiro você estuda dia e noite feito um lazarento condenado a vida, para passar no difícil concurso de Professor do Governo do Estado de São Paulo, porque, como muito bem diz o filósofo, teórico da educação e Conselheiro diplomado em Direitos Humanos, Poeta Silas Correa Leite, “Em Samparaguai você tem que ser inteligentíssimo para passar no difícil concurso, e burro para ganhar o que o Estado de São Paulo paga”. Ou seja, curto e grosso, 30% a menos do que o mais pobre estado do Brasil, o Piauí. Já pensou? Ah, pensar não pode…

    -02)-Passando no concurso você ainda tem o processo de posse, um inferno fascista, que uma junta médica reprova por tudo quanto é coisa, de gripe a calo, de tecido adiposo a rinite, ou seja, você tem que ser jovem, inteligente, saudável, não ter doença nenhuma, curto e grosso: mora no Brasil mas, seguindo a propaganda enganosa do PSDB em SP “São Paulo Cada Vez Melhor “(quando SP está cada vez pior), então você se sentindo em Genebra ou de um país europeu, vai assim sim, passar no exame médico que viola direitos humanos previstos pela própria ONU…

    -03)-Supondo que você seja louco, dê sorte e passe, vai então ganhar um salário menor do que o de balconista das Casas Bahia, menor do que ganha um motorista de ônibus em SP, menor do que mesmo um policial que faz um cursinho, mal tem ensino médio, e ainda assim ganhará muito mais do que você. Aliás, tem gente formada na USP,de alto nível, que fez o curso que o estado de SP tem obrigatoriamente, recebe a bolsa, mas na hora de encarar a docência cai fora; quase quarenta por cento desistem (segundo a Folha de São Paulo), não aceitam o salário-esmola do educador de SP, que viola direitos humanos sobrevivenciais básicos…

    -04)-Bem, de novo supondo que você aceite as benditas mal-choradas cargas de aulas periféricas e quase aulas-refugos, em classes difíceis, escolas sem estrutura, diretores ganhando uma miséria e se matando nas unidades escolares, pronto, você então terá direito não ao difícil acesso (que levianamente o banana do Zé Serra cortou), só a difícil acesso de raiva e, aí, claro, sem dúvida, vai mesmo

    E M A G R E C E R
    Com os vinte e poucos paus a mais por mês (para comer!) – e tem mês que ainda não recebe (não há norma, preceito ou regra nenhuma, tudo feito no grito)- a título de Vale-Coxinha… Já pensou que, se dependesse dessa “ajuda-esmola” você precisasse mais de nutriente alimentar… estaria literalmente ferrado. Professor em Samparaguai é o cara…

    -05)-Assumindo as aulas, cargas extras, classes, acúmulos, ano letivo, a barra pesada de alunos sem motivação, escolas sem estrutura técnico-educacional-funcional, despreparado pessoal terceirizado (o neoescravismo no cínico estado mínimo neoliberal bancado por FHC et caterva), e lá vai você esperar meses para receber o primeiro holerite-cebola (Holerite Cebola: você rasga e chora), ou, melhor dizendo, miserite cebola. Quando você vê o quanto você “ganha” (ganha?), fica a dúvida e o maldito remorso, e o nojo e a vergonha. É esse o projeto de FHC, Serra e Alckmin para o servidor público, o educador, a reforma da educação com falsas apostilas mal-feitas, ongs de amigos do alheio faturando alto e suspeito erário público, etc. e tal: Pois é essa a idéia da Terapia, da Dieta: se você tiver voto ideológico, juntar uma coisa com outra, de raiva nunca mais vai votar “nelles” e, claro, certamente vai ter algum problema de saúde, ganhar mal, viver mal, comer mal, trabalhar mal e, finalmente, claro, por decorrência e SEQUELA;

    EMAGRECER…

    -06)-Trabalhando em várias escolas – para dar no montante um salário real que preste – você ainda vai ter que vender tapwer, avon, jequiti, carnê do baú, rifa, bijuteria, salgadinhos, livro de auto-ajuda, lingerie, lingüiça de Bragança, se matando, dormindo tarde e levantando cedo, levando calotes de pobres e tristes colegas tão mal remunerados quanto você, mais reuniões bobas, htpcs que discutem o sexo dos anjos em baile, subôrnus-bônus (ridículos), vídeos-jecas, teorias rastaquaras, claro, se você pensar bem, ou mesmo sem pensar, vai sacar que entrou numa fria, deveria estar vendendo cachorro quente, ser camelô, impune contrabandista informal da 25 de Março à Paulista, e, chateado, vai ficar doente, e claro, por causa disso também, vai
    EMAGRECER…

    -07)-Pior: se ficar doente e for no atendimento médico do estado de SP. Onde continuadamente direitos humanos de pacientes são violados – já ensejando uma denúncia à mídia internacional e à ONU no setor de direitos humanos – então é pior, vão negar sua licencia, sua receita, seu laudo médico, sua bula, o lugar em que se é periciado fica para lá de onde o Judas perdeu o all-star, os profissionais despreparados, inumanos, você sai de lá pior do que entrou e, com isso, claro, só tende ainda mais a inanição, fome, e, claro

    EMAGRECER…EMAGRECER…EMAGRECER… – Tá vendo só que dieta a do Alckmin funciona mesmo que uma beleza?

    -08)-Supondo que você não saiba fazer mais nada, não tenha mais idade para mudar de rumo, nem acredite que o continuísmo antidemocrático do PSB em SP – blindado pela mídia amoral e pela justiça incompetente, corrupta e decrépita – então só restará você a dar uma aula ruim chata e na marra (desmotivação é causa), não ter pique para esperar o fim do mês, ter acessos de frustração com a hipócrita social democracia que os desgovernos do PSDB pregam, sabendo que, certamente um bendito dia vai ser forçosamente Readaptado feito um rejeito “readaptardado”, miolo mole, tantã, zureta, da pá virada, ficar encostado, jogado num canto qualquer da educação pública paulista em total dezelo público, ter seu salário-vergonha reduzido, pior, não ter vantagens, carreira, encher o pacová, etc. e então vai morrer definhado e com tal frustração de cidadania, e sua pensão-chulé não vai dar nem para a sua pobre companheira vítima pagar o rivotril, o comital e o stugeron de cada dia. Com isso, a viúva também vai, de raiva – quem mandou ser professor em sp? – EMAGRECER E FINAR, IR PRA CUCUIA, Made In Pinóquio de Chuchu das Daslu e OPUS DEI…

    -09)-Depois de anos e anos sem aumento, apesar das mirabolantes e pirotécnicas propagandas enganosas do governo com uma mídia chapa-branca dizendo o contrário; mais uma indecente relação promiscua do PSDB com o Ministério Público que não faz nada, é aliado imoral das disparidadades técnico-administrativas, improbidades e dificuldades reais do ensino público paulista-paulistano, você sabe que não vai poder pular fora do TITANIC (Educação Pública de SP), voltar atrás, porque, às vezes até ainda há sazonais censuras ilegais – a constituição federal; o direito da livre expressão estão acima do manjado e ditatorial estatuto do funcionário público de sp feito em época de trevas ditatoriais – então só resta você cortar o luxo, tomar remédios, comer mal, levar marmita, cortar os gastos, ficar na penúria, claro, junto com sus familiares, ganhando um miserê e mendigando sobrevida, EMAGRECER…

    -10)-Por fim, quando você saca que empresas importantes estão indo embora d SP, que o Brasil do Lula Light cresceu mais de quatro por cento e SP nem chegou a dois por cento; que os maiores ladrões do fisco estão aqui – bilhões são glosados (roubados) por ano – que o narcocontrabando informal cresce (impunidade generalizada), que SP é mais seguro do que o Paraguai (perguntem aos bandidos de Samparaguai, da 25 de Março à Paulista), e que há crimes impunes desde as privatarias (privatizações-roubos), no Buraco do Metro, ASLOM, DENARC, DEIC, CDHU, mais de 70 CPIs abortadas na Assembléia Legislativa de SP pelo chamado Mensalão Tucano Paulista, você então secando, minguado, verá que a dieta do Geraldo Alckmin funciona mesmo, pagando com o sangue, suor e trabalho, pagando com a vida, mas, por fim, apertando o cinto, EMAGRECENDO. Não era essa a idéia? – Emagreça e morra de fome em sp, com o salário de professor do PSDB…
    EMAGREÇA MORRENDO DE FOME SENDO PROFESSOR EM SÃO PAULO – Texto publicado resumido no site do CPP-Centro do Professorado Paulista
    APROVADO POR UMA JUNTA MÉDICA, DE INTELECTUAIS, AMIGOS DA EDUCAÇÃO, SONHADORES, COBRADORES DE JUSTIÇA NA EDUCAÇÃO…
    Divulgar, Repassar, Não Há Efeito Colateral, Aprovado pela Carta dos Educadores do Brasil… – Prof. Dr. Delmiro T. Latz – Austin, Texas
    delmirot@bol.com.br
    Professor Universitário, Jurista, Defendendo a Tese de Doutorado “O NEOLIBERALISMO QUE FALIU O ESTADO MAIS RICO DA NAÇÃO – São Paulo da Força Que Destrói Coisas belas”

    http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2011/03/489139.shtm
    l

     
  4. Adão Roza

    janeiro 25, 2012 at 4:59 am

    …Neste país se vive uma democracia de fachada!..democracia é só para quem tem dinheiro e, muito dinheiro, estes continuam decidindo tudo neste país, sempre em benefício próprio…10 por cento de ricos ou menos decidem por 90 por cento da população omissa que, pouco luta por seus direitos…os batalhadores pelos direitos populares são a minoria e, não se iludam que nossos direitos serão dados de presente a um povo ordeiro e manso, Votemos para todos e não para nossos interesses individuais, por quê voto errado, leva no mínimo 4 preciosos anos para supostamente ser corrigido. Direito se conquista, não se ganha de presente.!

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: