RSS

Arquivo mensal: fevereiro 2015

Diante da Cruz Preta do Cabula.

chacina_cabula_rafael_bonifacio-3

Quantas cruzes e pobres covas rasas
precisarão tomar as metrópoles
para abalar essas indiferenças adormecidas
que não se comovem
com tantos jovens pretos tombados
em suas salas de espetáculos?

Quantos sangues ainda precisarão
escorrer de suas bicas fartas
de seus teatros de classe
de suas falsas democracias
de seus estados hegemônicos
tanto á direita, quanto à esquerda
na República racista
e do Apartheid carnavalesco?

Quantos de nós ainda
precisaremos matar ou morrer
para garantir pelo menos algum futuro
que nós roubam a cada bala
a cada gesto de negação de nossa existência
ou numa simples “macaco/a”, “negra suja”
quando nos ofendem nas ruas,
nas escolas, nas redes e na vida?

Quantos Holocaustos pretos desses
o Brasil ainda suporta ou tolera?

Negra Panther

foto: Cruzes pretas que foram depositadas no local dos assassinatos, em homenagem às vítimas. Foto: Rafael Bonifácio/Ponte Jornalismo

 

“União Européia Paranóica, assustada com Muhamed”

as

Enquanto isso a Europa Paranóica, vendo terroristas até em gato e cachorro, continua patrulhada e em segurança máxima em seus chamados pontos sensíveis.

União Européia Patrulhada
em cada fronteira
em cada aeroporto
em cada entrada
em cada saida
cada suspeito
e se for preto
com cara de árabe
falando enrolado
é suspeito máximo.

enquanto em seu interior
nos intestinos venenosos da união européia
bichos terrores nazistas
e extremistas xenófobos
ameaçam a integridade física
de imigrantes
refugiados
e nativos mestiços.

A União Européia é um campo minado
de todas as guerras
e os não-europeus são
as sombras suspeitas
da paranóia ocidental.

Quando atravesso pelo Aeroporto
Charles de Gaulle em Paris.
mil radares e sensores digitais
vasculham meu corpo
minha alma e meu coração.

Negra Panther.

foto/reuters: “milícia anti-terror da união européia patrulha ruas de bruxelas

 

Tags: , , ,

 
%d blogueiros gostam disto: