RSS

Arquivo mensal: outubro 2015

Indígenas, pescadores artesanais e catadoras de coco e flores silvestres ocupam o plenário 1 da Câmara dos Deputados- da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania

Publicamos o post do facebook do deputado Chico Alencar sobre a ocupação, por um grupo de cerca de 150 indígenas, quilombolas, pescadores artesanais e catadoras de coco e flores silvestres, do plenário 1 da Câmara dos Deputados- da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania – ontem à noite. – negra panther

VIGÍLIA

“Um grupo de cerca de 150 indígenas, quilombolas, pescadores artesanais e catadoras de coco e flores silvestres ocupou o plenário 1 da Câmara dos Deputados- da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania – ontem à noite. Eles acabam de deixar o local. A vigília marcou o 27º aniversário da Carta Magna, e é um protesto contra a PEC 215, dentre outras pautas na defesa dos seus direitos.

Eles querem um encontro com Eduardo Cunha. O presidente da Câmara, até agora, se negou a receber as lideranças. E, qualificando-os como ‘invasores’ que ‘desrespeitavam o Legislativo’ (já ter contas secretas….), ainda mandou desligar a luz e o ar do recinto. Uma ‘Operação Asfixia’ que não demoveu os ocupantes. Vários deputados e a procuradora da República Débora Duprat acompanharam, solidários, os ocupantes.

De acordo com dados da violência no campo sistematizados pela Comissão Pastoral da Terra (CPT), nos últimos 10 anos, povos indígenas e comunidades tradicionais enfrentaram 5.771 conflitos; 4.568 pessoas foram vítimas de violência; 1.064 sofreram ameaças de morte; 178 sofreram tentativas de assassinato e 98 foram assassinadas.

Na saída, entidades populares e cidadã(o)s do Distrito Federal ofereceram um café da manhã a todo(a)s, entre cantos, discursos e até uma ciranda. UM AMANHECER DE LUTA E SOLIDARIEDADE NA CÂMARA DOS DEPUTADOS!”

Deputado Federal Chico Alencar.

 

 

Lideranças de Aty Guasu Guarani e Kaiowa convidam aos movimentos sociais nacionais e internacionais“Somos Todos Guarani-Kaiowa”

mulhereskaiowas 2

foto/guaranikaiowá

CONVITE ESPECIAL A TODOS (AS) apoiadores (as) do povo Guarani e Kaiowá, movimentos sociais, autoridades, municipais, estaduais e federais, de órgãos da sociedade civil de direitos humanos, bem como representantes da comunidade científico-acadêmicas e da mídia nacional e internacional, entre outros.

Lideranças de Aty Guasu Guarani e Kaiowa convidam aos movimentos sociais nacionais e internacionais“Somos Todos Guarani-Kaiowa” para participar do Encontro e Debate: Lutas e resistência Guarani e Kaiowa em busca de Teko Porã (Justiça e Bem Viver), a ser realizada no dia 05/10/2015, das 18h às 22:00h, na Universidade do Estado do Rio de Janeiro-UERJ. Um dos temas em debates nacionais e internacionais é o pedido urgente da instalação do CPI DO GENOCÍDIO EM PAUTA NACIONAL, diante do avanço de ataques terroristas, genocídio e violências em andamento contra os povos indígenas Guarani e Kaiowa no Mato Grosso do Sul.


Desde dia 29 de agosto de 2015 até dia 19 de setembro de 2015 mais de quatro (04) mil indígenas Guarani e Kaiowa de 04 terras indígenas (tekoha Nãnderu Marangatu, Guyrakambiy, Pyelito kue e Potrero Guasu) foram massacrados, torturados, expulsos e atacados a tiros por dezenas de jagunços dos fazendeiros. No dia 29/08/2015, os pistoleiros assassinaram um líder Semião Fernande Vilharva. No dia 03 de setembro de 2015, indígenas de tekoha Guyra Kambiy-Douradina-MS foram atacados e expulsos a tiros. No dia 18 de setembro de 2015, às 4 horas, os pistoleiros das fazendas atacaram, massacraram comunidades Guarani e Kaiowa de tekoha Pyelito/Mbarakay-Iguatemi. No dia 19/09/2015, às 5 horas, as comunidades de tekoha Potrero Guasu-Paranhos foram atacadas e massacradas, o líder Elpidio Pires foi encontrado, baleado e ferido pelos pistoleiros.


Contamos com a presença de todos (as) no Encontro e Debate: Lutas e resistência Guarani e Kaiowa em busca de Teko Porã (Justiça e Bem Viver)

Aty Guasu Guarani e Kaiowa

 
 
%d blogueiros gostam disto: